sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Parece que afinal há dinheiro!!!

Ouvi ontem ou anteontem no telejornal que a Alta Autoridade para a Concorrência e Actividade Económica, ou lá como essa soberba instituição se chama, estima que este Natal, em cada família, repito, em cada casa de família, se gaste em média entre 500 a 600 €€€!

Isto será a média?! A sério?! Então, quanto gasta quem mais gasta com o Natal? Terão falado com alguma pessoa que não tem dinheiro para comprar mais do que uma prendita para o filho na loja dos chineses?! Visto que há gente que nem tem 20 euros para comprar o tradicional bacalhau, quanto terão os abonados de gastar para se chegar a esta média bestial?!?!? E digo "bestial" de BESTA e não do "BEST"!

Isto deixou-me tão surpreendida, que até pensei que devo ter ouvido mal! Porra! Ainda dizem que não há dinheiro. Fará se o houvesse. Quem já deve estar a tirar lucro com esta história do Natal, são os Bancos com os seus fantásticos créditos ao consumo. Já estou a ver os paizinhos a olharem para o saldo do multibanco e a dizerem à prol: "Não, este Natal não há prendas, só lembranças" e as criancinhas lindas e fofas a desatarem num transcendental berreiro, que enfim, para as calar, vai ter mesmo que ser. Os paizinhos pegam no telefone último grito e marcam o número da Cofidis, CrediMais, CrediTudo, CrediMaisAlgumaCoisa, o diabo a 7 e lá vem a PS3 a caminho para o menino. Até porque depois de uma pessoa ter conhecimento de quanto os portugueses tencionam gastar, não quer ficar atrás, né?! A gente vai-se esforçar por corresponder à imagem que a Alta Autoridade para a Concorrência e Actividade Económica tem de nós, certo?!

E depois, mais um creditozito para passar a passagem de ano no Brasil, nas Caraíbas ou na Madeira... Pensando bem, Paris... deve ser tão romântico ver o fogo de artifício enquanto se janta no restaurante da Torre Eiffel! Que bonito fica o Sena todo engalanado com os reflexos da cidade das luzes, Phone-ix!

Enfim, ainda em plena estupefacção e necessitando tirar as dúvidas, vou lançar uma sondagem, hoje ou amanhã aqui na Caixinha. Até que a sondagem esteja disponível para votar, é favor comentar!!!

Bom resto de 6ª Feira e Bom Fim-de-semana!
Big Kiss for u all!

25 comentários:

Keops disse...

Boa reflexão! Não sei onde vão buscar os cidadãos que entram nas sondagens.É neste país?
Por outro lado também não posso esquecer que é tradicional fazer-se das tripas coração para nesta época se dar continuidade ao que os antigos chamavam Natal!E é bem provável que os agiotas do crédito fácil se encham na época.

Rui Branco disse...

O sem abrigo não tem telefone em casa.. :)

Francis disse...

mas mas mas...não é assim todos os anos ?

os livros da escolas é que são caros...

ps3, i-pod's, baratinho baratinho, vais ver as vendas.

neto disse...

Você está cada vez mais acutilante nos comentários e a revelar grandes dotes de escritora..Parabéns
Realmente o consumismo tomou conta de todos nós e há familias a gastar neste tipo de festas o que não tem ou o que poderia servir para outras coisas...para umas férias em familia por exemplo, apenas para mostrar aos outros..è uma parvoice , o melhor do Natal está na reunião se for sincera das familias e amigos.

conchita disse...

Bem, quem pede crédito é porque tem dinheiro para depois pagar, o pior são aqueles (o meu caso) que nem crédito podem pedir porque depois não há como a pagar!!
Bom fim de semana :)

htsousa disse...

Só 600€€?!?! Deviam querer dizer por pessoa... só pode!!

Por mim, estão bem tramados, à importância que eu dou à quadra natalícia...

Beijos e um bom fim-de-semana!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Excelente, este post, sinceramente. É com estes alertas, é com estes confrontos que nós cumprimos o nosso dever de cidadania e ajudamos a mudar as mentalidades. Sim, porque é uma questão de mentalidades e as mentalidades têm a ver com o atraso cultural em que nos encontarmos. Portugal, apesar de ser o último da lista no PNUD, é o primeiro em símbolos de status. As pessoas gastam o que não têm para se sentirem valorizadas.
Lembro-me de ter visto, numa revista, a fotografia da princesa Vitória, herdeira do trono da Suécia, de jeans e ténis, numa paragem de autocarro como qualquer cidadã normal. A evolução também se nota nestes comportamentos sociais.
Eu também escrevi no Notas (escrevo à 4ª.feira) um post sobre o Natal a denunciar a pobreza de espírito, a hipocrisia e o consumismo da quadra Natalícia.
Ainda bem que encontro mais quem faça eco com a minha voz. Gostei muito do teu comentário e percebi logo que tinha aqui alguém com quem dialogar.
Sabes eu tenho procurado, na blogosfera, fazer alguma coisa de útil, por muito pequenina que seja. Deste modo, além das parcerias, tenho estabelecido uma rede coesa de sociabilidades entre blogues que me interessam dentro desta linha de sensibilidades. Não me interessam pessoas que vão só cumprimentar para fazer número e para que a gente as visite. E muito menos quem vá perturbar. A comunicação é evolução e, como tal, tem que ser acima de tudo esclarecimento.
Conto contigo entre as minhas amizades e gostaria que opinasses também no Clube dos Pensadores projecto que está em curso e com grandes valências e possibilidades e que eu apoio. http://clubedospensadores.blogspot.com
Eu irei passando por aqui e verei o desenvolvimento da tua sondagem.

redjan disse...

Sof: another gr8 % acutilante ... Eu gastei 40, se a média é 600, pelo menos um vai ter de rebentar 1160 .... Dasssssss !

PS: by the way and around x-mas time:

http://redjanpais.blogspot.com/2007/11/velho-abafo.html

Shootingstar disse...

Humm, começo a desconfiar que não vivo em Portugal... se isso é o previsto para gastar em casa de cada família... definitivamente EU NÃO VIVO EM PORTUGAL!!!

The Wolf disse...

600€?? e depois andam a pagar o resto do ano, só pode!

Esta gente definitivamente não anda bem!

Pepe Luigi disse...

Cheguei
entrei
gostei
e voltarei.

Pepe

Copo_Meio_Cheio disse...

Olá Sofia...
Acho muito bem que se gaste muito dinheiro, nomeadamente nas viagens ou então estou lixado e vou ter de deixar esse ramo!!!
Mas estou um pouco desiludido contigo: então falas contra o consumo e reparo na subtileza da tua própria referência ao consumo...
Então a modos que mencionando um insulto, mencionas um dos novos produtos dos CTT: Phone-Ix...

:D

ABEL & CAÍM disse...

Qual é o teu problema em relação à PS3?

Rafeiro Perfumado disse...

Esses camelos dos bancos e bancários, só servem para levar o pessoal a endividar-se. Sim, porque são os bancos que obrigam as pessoas a fazerem gastos supérfulos... ;)

Joseph disse...

Sofia,
Olá

Vim visitar-te, ler o post e agradecer as visitas feitas.
Oh minha querida amiga....todos os anos é a mesma história.

Qual é a coisa qual é ela que, quanto mais se tira, maior fica? Claro.. é o buraco!
Neste caso o nosso buraco financeiro.
Sondagens?!...

E o povo gasta por tradição.

Bons sonhos
Beijocas amigas.

Sofia disse...

Keops, obrigada pela visita e concordo consigo que, de facto, é natural que se faça das tripas coração para dar continuidade à tradição; é muito natural mesmo. Só é pena que alguns se aproveitem e bem disso.

Rui, sim, deve ser isso, suponho...

Francis, é verdade; há miúdos que nem a porra de 1 lápis têm, mas olha-se-lhes para o bolso e lá está um ipod à espreita...

Sofia disse...

Neto, era precisamente isso que queria transmitir; que o melhor do Natal ainda é e deverá sê-lo sempre, na reunião com a família e amigos. Um tempo de dedicar a atenção às pessoas que amamos e que ao longo do ano, por motivos vários, muitas vezes desleixamos. A prenda serve para mostrar que nos lembramos deles e nos importamos. Tanto faz que seja um chupa-chupa, uns chinelos, umas peúgas, uma mota ou um carro.
Faz o favor de me tratar por TU e obrigada pelo comentário que não é habitual, mas é sempre um prazer.

Conchita, lá está! Mas essa é uma excelente desculpa para os melgas que estão nos supermercados e centros-comerciais a tentar impingir os cartões de crédito à malta... assim que se aproximam, sorrimos para eles como se fossem a nossa salvação e ainda antes de abrirem a boca dizemos alto: "oh, como fiquei desempregada e não tenho um tostão, estava mesmo a preciso de OUTRO cartão de crédito"...

htsousa, tenho a certeza que dás importância ao Natal, não darás importância é ao que alguns querem fazer do Natal. O jantar com a família, o ter-se algum tempo para estar à lareira com uns amigos, a chávena de café quente numa mão e o coscorão na outra, são pequenos aconchegos de toda a importância.

Sofia disse...

Silêncio, sinto-me muito lisonjeada pela boa conta em que me tem e, de facto, à problemas, situações várias, flagelos de que tens dado conta nos blogues em que colaboras, que me incomodam seriamente, como há maioria dos cidadãos. Mas eu sou uma cidadã de visões curtas. Uso o blogue quase como um diário. Ocasionalmente falo de situações que me chocam. Sendo professora, tento dar um contributo, o meu contributo, formando mentes com valores sérios, formando crianças e jovens pensantes e que não se deixem influenciar facilmente pelo que lhes entra casa adentro, via TV, internet ou rádio. Este penso que é o melhor contributo que posso dar. É o que sei fazer. Embora já tenha ido ver o blogue do clube dos pensadores e ele seja de qualidade inegável, constrange-me um bocadinho comentar, participar, colaborar com pessoas que se levam tão a sério, que têm as mais elevadas opiniões delas próprias. Terei todo o prazer em continuar a ler esse e outros blogues que me possas aconselhar, porque gosto de ler tudo e gosto de estar informada. Terei também muito gosto em que continues a visitar o meu cantinho, tal como eu continuarei a visitar os teus cantinhos, mas o meu blogue não tem quaisquer outras ambições para além das que já te apercebeste. O que eu levo a sério é o meu trabalho. A blogosfera é um hobbie e tento que na maioria das vezes tenha um tom leve e divertido. O Clube dos Pensadores são a malta de pesada no intelecto. Não são a minha onda... lamento desiludir-te, como lamento desiludir seja quem for. Bom fim de-semana!

Sofia disse...

Red... SOVINA!!! lol
It's gr8 having u here...

shootingstar, deve haver aí um cantinho algures, quiçá no Alentejo que tem tanto espaço, onde as pessoas como nós nos possamos juntar e pedir a indepência para os país dos tesos. Obrigada pela visita, é bom ter-te por cá. ;))

Wolfie, parece que há quem peça empréstimo a 2 ou mais anos... lol

Sofia disse...

pepe luigi, onde está o super mário, pá?! lol
Agora a sério, ainda bem que vieste cá espreitar, deste-me a oportunidade de descobrir o teu espacinho. Obrigada

copo meio cheio, eu não tenho nada, absolutamente nada contra viagens. Pelo contrário, tivesse eu dinheiro, só viria a casa mesmo passar o Natal! A propósito, se estás no meio, em vez de papagueares contra o meu post, devias era oferecer um descontinho para as viagens de fim-de-ano, phone-ix!!!

Abel, ou será que devo dirigir-me ao Caim?, não tenho problema nenhum com a PS3, nem com as viagens a Paris, nem com nenhum outro bem superflúo que me dê ou te dê prazer. O que me parece mal, é haver tanta gente que não tem o que comer e depois oferece presentes de 500€ aos filhos. Parece-me mal que miúdos a quem os pais não compram os livros, porque não podem, que andam à chuva sem chapéu porque os pais não podem, exijam presentes carérrimos e que os pais se individem para satisfazer os caprichos dos babies, mas nunca para suprir as suas necessidades! Parece-me mal que... ai, que já ia a continuar!!! ;)) Acho que já chega, não?! ***

Sofia disse...

rafeiro, quando os bancos me obrigam a fazer gastos desnecessários, eu também fico supérfula, mas nunca Vêgê ou nenhuma marca de linha branca!!! lol

Joseph, o povo gastava por tradição o que tinha para gastar. Agora gasta também o que não tem...
No need to say thanks, I like your spot. ;)

Bruno disse...

600€, acredito. Mas eles não falam em que classes eles são gastos, pois provavelmente a distribuição é que a classe media baixa gaste 100€ por familia, mas por sua vez as familias medias altas gastam 1000€ por pessoa. facilmente se pode perceber o resultado das sondagens.

O Árabe disse...

certas coisas, Sofia, em Portugal são como no Brasil!... :)

A Lei da Rolha disse...

Isto todos os anos é a mesma coisa, gasta-se mais do que se pode, e depois as consequências surgem de uma forma lógica!
bjs

AJO disse...

Muito boas palavras.. mas isso de média coloca-me sempre com a pulga atrás da orelhas, nunca entendi. Eu não entro na média, mas nem de perto nem de longe e conheço muita gente que também não. Não tenho dinheiro para essas coisas. Crédito só para a casa e nem pensar em mais nada. BJS