quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Despontar... part IV


Libertei-me de ti, libertei-me do teu peito sem me sentir. Lentamente, virei costas e vi-me afastar como se me olhasse de cima, como se não fosse eu quem me comandava. O corpo, não o sentia como meu. A minha mente, incapaz de pensar, de decifrar os meus sentimentos tão contraditórios, seguia no automático. Petrificada pelo misto de emoções, fui-me, incapaz de voltar para trás e de te pedir que me agarrasses de novo e assim ficasses para sempre.
.
Quando finalmente consegui parar de andar, e sentar-me, e pensar no que tinha acontecido entre nós, convenci-me de que no dia seguinte teria coragem. Abordar-te-ia, falar-te-ia ao coração, far-te-ia compreender o meu medo, pedir-te-ia perdão e entregar-me-ia a ti, para que fizesses o que entendesses de mim.
.
Quando, de manhã, cheguei, tu já lá estavas. Sorri para ti. Tu desviaste o olhar. Na minha mesa encontrei um pedaço de papel. Pensei compreender... Era teu. De quem mais poderia ser, senão teu, meu Amor? Querias combinar qualquer coisa comigo... Desembrulhei o pedaço de papel, com as mãos a tremer de emoção. Li: "Desculpa. Fui fraco. Está descansada. Não volta a acontecer".
.
Senti-me novamente como se eu não me pertencesse. Não te pertencia. Não era de ninguém. Perdi-me. Toldou-se-me a alma e os olhos de lágrimas, o coração desfez-se em bocados de sangue e sofri. Sofri porque perdi o que queria e quando pude tê-lo não soube agarrá-lo.
.
Mas não. Não podia ser. Não podíamos ficar por ali... eu sabia que não podia. Tinha-lho visto. Ele amava-me. O momento tornaria a aparecer. E aí, não me tremeriam mais as mãos, as pernas estariam firmes e o meu coração preparado. "Pensa, boneca. Arranjarás uma forma de compôr tudo", pensei para comigo. Mal eu sabia que só estava a começar a pagar pelos meus erros...
.

(to be continued)

14 comentários:

Alura disse...

Gostei de ler o teu blog.
Tenho uma sugestão para te fazer.
Visita-me em http://prazer2sexo.blogspot.com/
Obrigada!

Cati disse...

Pensa boneca... continua a pensar que vais muitíssimo bem!
Sempre estou pra ver... que voltas ainda irá isto dar!
Quantas vezs não acontece isto na nossa vida... aquela sensação de quase lá, ai, quase... mas não!

Hummm...
Almost can't wait for MORE!
Beijos imensos, enormes...

Carlos Lopes disse...

Quero mais, quero mais... Isto que tu fazes chama-se técnica folhetinesca, e da boa ;-)

Deixa-nos presos!!!

Joseph disse...

Sofia
Boa noite

Obrigadinho pela visita.

Oh pai... disto é que o meu povo gosta.

Sempre gostei de prosa erótica, sobretudo quando ela provém do imaginário, porque quando se está a escrever.... está-se a sentir, a viver também.
É bom. Oh se é...

Como diz a Cati: I want more, much more... e strong!!!...

Beijocas doces e serenas.

xá-das-5 disse...

ahahhhhaha.
Sim senhor!
Grande S!
Parecia o último episódio da terceira season do House. Tudo acabou. E um tipo pensa "cum diabos e ka porra, acabou, mas acabou como deveria acabar!".
E eis que a season 4 já vai no 8º - que vou ver agora - e que a tua última frase é fantástica. Genial, permito-me mesmo dizer e adjectivar.
Falou-se do mestre Alfredo por aqui.
Pois eu acho que estamos quase lá.
Congrats, queridos olhos!

marco disse...

a foto foi tirada do teu album...?
queremos mais..to be continued!! good!!

The Wolf disse...

começo a não ter unhas... mais, para roer...

More please!

Vício disse...

que ideia a tua, querer que ele brincasse com bonecas!!

(estou a começar a gostar! mais despida e tal... :P)

Catarina, disse...

Aiaiai onde isto irá parar :)

Um beijihno*
cat*

Sofia disse...

Alura, o meu lubrificante é o meu cérebro - se bem que com esta frase, acabo de fazer boa publicidade ao teu blogue... Vá! Vão todos lá cuscar! loloool

Cati, obrigada pelas tuas palavras. Elas são sempre muito especiais para mim. They keep me going... Where? I don't know! but i'm going... and that's what really matters, right?!

Carlos Lopes, técnica folhetinesca?! Não sabia... já aprendi algo novo hoje. E gostei!

Sofia disse...

Joseph, espero que quando se está a ler se viva também. Eu, pelo menos sou assim, vivo todos os livros que leio. Se não os viver, não acabo dos ler! Beijinhos

Xá, estou corada como uma romã, pá! Isso não se faz... Olha para eu a inchar! (",)

Marco, a foto não passa de um chamariz para pessoas como tu... loloool - Don't worry. Donde essa veio, poderão vir muitas mais. É bom ter-te por cá! ;)

Sofia disse...

Lobito, podes sempre comprar umas de porcelana; são um bocado caras para esse fim, mas resolve o problema! Thanks for coming to my humble box.

Vício, a foto foi escolhida especialmente a pensar em ti! Ainda bem que gostaste dela. Quanto às bonecas... qual é o homem que não gosta de brincar com elas?! Homem, HOMEM - claro!!! lol

Catarina, ainda não sei onde é que vai parar. Mesmo que soubesse não to dizia... ehehehe! Beijocas Natalícias

AJO disse...

Nem sei que diga... só me ocorrem estas palavras... quero mais... quero mais... continua... mal posso esperar por mais. Desculpa se estou sempre a repetir-me, mas que posso eu dizer se o que sinto é que quero mais porque estou a gostar muito de ler esta tua história. Estou a ver que teremos livro.
BJS

htsousa disse...

Muito bom, em poucas palavras a história dá grandes voltas. Continuo colado a ler.
Queremos mais, queremos muito mais.

Beijinhos.