terça-feira, 16 de setembro de 2008

Joaninha como Tu

joaninha

Quem me dera...

Quem me dera ser como tu,

Quem me dera ver o mundo,

Quem me dera ele não me visse a mim.

Quem me dera...

Quem me dera o sonho

de acordar e ser outra.

Quem me dera que as minhas asas

servissem para o mesmo que as tuas.

Quem me dera...

PS. Agora vocês: "Quem me dera..."

15 comentários:

Zé Camões disse...

Se visse o mundo e se ele não a visse era como se não existisse, por isso aconselho-a a “viver tudo de todas as maneira”, vai ver que assim consegue tirar cada gota de sumo, desta fruta que é a vida.

Ps - passe no meu blog.

Clarice disse...

Quem me dera fazer voar toda a minha vontade, e nas tuas asas dizer-te em segredo o que já se sabe.
Quem me dera o amor agora,e a tua vontade ser aurora.

Quem me dera...

*depois do que escreveste...espero não ter estragado :)

um beijinho menina voadora que põe os outros também no ar...

Vício disse...

para que servem as tuas asas?

aespumadosdias disse...

...já fosse sexta feira à tarde.

AJO disse...

Acho que começa a ser horas de ir quebrando o silêncio...

Quem me dera ter menos medos...
BJS

Tita disse...

quem me dera não ter medo, sofia :(

lapa disse...

Muito bem. Gostei.

Paulo disse...

Quem me dera...
...poder ser eu próprio, quando me obrigam a ser o oposto de mim!
Quem me dera...
... poder tornar o sonho realidade e perder o medo de voltar a sonhar!
Aí, quem me dera...

Moura ao Luar disse...

Quem sabe depois não desejarias voltar ao que tens agora ? um beijoooo

Thea disse...

quem me dera acabar o curso este ano !

:)

silvia disse...

quem me dera: ver os meus sonhos realizados... viver num mundo mais justo

muitos parabens pelo post e pelo blog que so agora descobri

silvia disse...

quem me dera: ver os meus sonhos realizados... viver num mundo mais justo

muitos parabens pelo post e pelo blog que so agora descobri

Cati disse...

...acordar e não ter de fazer o que não quero.

Merchi disse...

... quem me dera que tudo fosse muito mais fácil!

Merchi disse...

... quem me dera que tudo fosse muito mais fácil!