sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Palavras que nunca deviam ter saído da caixinha

Passo por mim,
vagueando ao meu lado,
por vezes em sentido contrário.

Vejo-me e não me reconheço.

Passo por mim,
Vejo-me na minha azáfama,
olhar vazio e perdido.

Não me reconheço.

Passo por mim,
Tento fazer-me companhia,
mas desprezo-me.

Passo por mim
e pergunto-me onde me perdi.

Olho para trás,
não me vejo... fundida na multidão.
.

17 comentários:

Belzebu disse...

Não haverá aqui uma grande crise de auto-estima?

Eu que saiba! Era só o que mais faltava! Vamos lá a levantar o astral, porque não há espaço para esse tipo de coisas!

Aquele abraço infernal e natalício!

The Wolf disse...

de perdida?
encontrada?

beijos!

Mary disse...

Estou saindo de férias, voltarei em 2008, desejo à vc e sua família um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.
Beijinhos

Cati disse...

Há palavras que não merecem ser partilhadas. São privadas. Não podem ser enxovalhadas porque são só nossas para os nossos olhos apenas... compreendo-te.

Reconheço-te a azáfama...
O desprezo...
O sentimento de não pertença...
A sensação de vazio.
Um espelho minha querida, aqui escreveste, para me mirar...

... estas, sim, obrigada por tê-las deixado vir a esta caixinha...

Love u.

Sadeek disse...

É mulher....isto não é um "auto-texto", pois não?! É que se fôr vai haver festival....mau mau...tu queres ver.....

BEIJÃO ARREBITADOR... ;)

Francis disse...

sofia,

um excelente natal para ti e todos os teus.

saúde e sorte.

quintarantino disse...

... olha para dentro do coração e encontrar-te-ás... ainda regresso, mas à cautela... beijinho e Santo Natal ...

tuga disse...

Que a época que se atravessa lhe levante mais a moral. Desejo um Grande Natal e um prospero Ano Novo repleto de realizacoes pessoais e profissionais.

Tiburcius disse...

Acedam ao seguinte blog para rirem um bocadinho:

http://tiburciothesmartest.blogspot.com/

Tugafixe disse...

Mas mais cedo ou mais tarde, acabamos por nos encontrar. São fazes da vida.

Aproveito e desejo-te um Feliz Natal, com tudo o que mais desejares!

Beijinho

Catarina, disse...

Passei para dar um beijihno =)

cat*

p.s- ando sem tempo quase nenhum =(

htsousa disse...

Quantas vezes não nos sentimos assim, perdidos de nós mesmos, afastados de tudo o que julgávamos ser...
Preenchidos de nada...

São momentos de reflexão, em que nos deparamos com o que inconscientemente andávamos a fazer. Sinais, apenas sinais, para nos fazer pensar... e renascer.

Muito profundo, Sofia.

Um excelente Natal para ti e para aqueles que estimas.

Beijos.

The Wolf disse...

se te encontrares, passa lá pelo meu canto, que já saiu a minha parte da história.

beijo

Joseph disse...

Sofia
Olá

Alô Sofia?!.... Estou aqui.
Um dos teus amigos está aqui.

Poema excelentemente bem postado mas triste...
Tenta, pois tu és uma mulher de fibra, olhar para dentro de ti e arrumar o que não está no sítio certo , no seu devido lugar.
E volta, alegre e óptima narradora, boa amiga, como tu és.

A época natalícia é propícia a estes estados de espírito.

Beijinhos** muito amigos.

Rafeiro Perfumado disse...

Pára lá de andar para trás e para diante à frente do espelho, pá! ;)

Tia Cremilde disse...

Espero que o reencontro seja breve... e que este afastamento não faça doer!

... beijoca da tiazoca que não sabia que a menina tinha uma veia artística!

;)

conchita disse...

Passei para te desejar um Feliz Natal cheio de paz!!