quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Considerações Estapafúrdias sobre o Ano que vem



"Já está! O Natal está feito!", assim que penso isto, a minha mente salta imediatamente, todos os anos, para o pensamento seguinte (obviamente), Ano Novo. Para mim, o Ano Novo é a consequência lógica do Natal. E com o Ano Novo, vêm-me sempre à cabeça, items para a lista de resoluções de Ano Novo.

Logo à cabeça, surge-me o inevitável "deixar de fumar", não é que eu o deseje mesmo... andar neurótica durante as primeiras semanas do ano não é coisa que alguém deseje verdadeiramente; deve ser por isso que tão poucos conseguem...

Depois a minha mente, leva-me em desvaneios, e penso para mim própria, que neste ano que se aproxima a passadas largas, serei mais organizada e deixarei de ter livros e fichas pelo chão. Claro, terei a minha casa mais limpa; não que queira ter menos horas de trabalho; mas o tempo livre que tiver, deverá em primeiro lugar, ser utilizado para as limpezas... Digo isto com a certeza de que não o farei, porque eu, a família e os amigos, passariam para um segundo plano, coisa que não me agrada, embora também não me agrade viver numa casa caótica.

Penso então que dedicarei mais tempo aos que amo, até porque, mesmo que não queira, surge-me sempre a ideia, de que aos 27 anos ter todos os seus entes amados ainda vivos e de saúde, começa a não ser natural e portanto, pode não ser este ano, nem o que vem, mas certamente, o futuro reserva-me amargas surpresas em breve. Devo portanto, dedicar-me mais a eles e formar um compêndio dos melhores momentos que vivo com cada um deles na minha cabeça. "Para mais tarde recordar"!

Penso também no meu "Bolinhas". O "Bolinhas" é o meu velho carrito... Não é que seja velho nas minhas mãos, mas... coitado!, já veio para mim um bocado velhote. Penso nele e penso em lhe dar uma melhor assistência. Não andar sempre até à última para o levar à revisão, por-lhe uma pecinha plástica nova que me segure a pala - razão pela qual não ficou aprovado por dois anos na última inspecção... Ver a pressão de ar aos pneus do dito com a regularidade desejada, não andar até à última para pôr o maldito combustível e limpá-lo mais vezes... Senão, ganhar mais dinheiro, para que possa mandá-lo a outros que o limpem com mais carinho e paciência que eu.

Penso sempre: "Ah! Neste ano que agora chega, vou dedicar-me mais às minhas aulinhas", vou fazer mais fichas de trabalho, powerpoints apelativos, cantiguinhas lindas, cartazes, panfletos, talvez até criar um blog... era bom, não?! Não!!!! E tempo para o fazer? Voltamos ao mesmo... se me dedico ainda mais à profissão, à casa e ao carro, fico ainda com menos tempo para os meus e para mim... Se bem que tempo para mim, já não tenho muito, tirando aquelas duas horas antes de ir para a cama, que acabo por não dedicar a mim, mas sim ao computador, leia-se internet.

Portanto, neste ano que vem, desejo ter mais tempo real para mim. Para ir ao cabeleireiro, para ler, para ver os filmes que quero, ouvir os cd's que gosto, ir aos concertos pelos quais anseio. Tempo e dinheiro para isso... é verdade o que estão a pensar... sou fútil! Devia fazer umas resoluções mais espirituais, menos egoístas. Mas já fiz resoluções desse tipo e não costumam surtir efeito. Esta é a minha primeira tentativa no egoísmo. Sei de antemão que também não surtirá qualquer efeito, porque a variável "dinheiro" anda aí metida à mistura e eu sou uma tesa... mas, com o pouco que tenho, posso realmente tentar disfrutar dele mais um pouco. É isso que vou tentar fazer.

Feliz 2008 para vocês e já agora digam-me qual é o vosso grande objectivo para este ano, se quiserem, claro!, que aqui não se obriga ninguém a nada!
Ah! E lembrem-se:
Nunca desistam de um sonho. Se não houver numa pastelaria, haverá numa outra.

24 comentários:

Professorinha disse...

Não costumo ter resoluções de Ano Novo... Tive no ano passado e não a cumpri, e era só uma!...

Beijinhos

Mr X disse...

Deixar de ser uma incógnita. Ou uma variante. Ou um factor multiplicativo.

Joseph disse...

Sofia
Olá

Passaste um Natal Feliz?
Com muitas prendinhas?

Hoje estou mal. Coloquei um post, houve para aqui uma confusão e ainda não resolvi o problema; já este, saiu, voltei a postá-lo, fugiu de novo.....

Planos.
Saúde, Paz e Amor para todos os meus e para todos os meus amigos e para todas as "minhas" amigas sinceras.(E trabalho para os desempregados)

Tu tens o dom de escrever com demasiada fluência, e gostei bastante da maneira como descreveste os teus planos.

Beijoc**as de final de ano.

htsousa disse...

Fui para os bosques para viver livremente,
para sugar o tutano da vida,
para aniquilar tudo o que não era vida,
e para, quando morrer, não descobrir que não vivi.
Thoreau

Todos conhecemos a citação, muitos pensam em adoptá-la (mas não o fazem).

Eu pretendo continuar a tentar vivê-la! ;)

Cati disse...

Estou de volta... vim da serra a rebolar!!!

Resoluções de ano novo??
Hmmm... deixar de rebolar será uma delas! E as que apontaste para ti servem todas muito bem para mim também...

Também gostava de ter mais coragem... isso resolvia muitos problemas!

Este ano não vou fazer resoluções de ano novo. Apenas vou desejar com muita força que se realizem 3 desejos, todos eles interligados... em 2009 logo te conto!

Um grande beijo com saudades... (amanhã vou tocar aí!)

Shootingstar disse...

Estás cheia de boas intenções e super optimista!! Assim mesmo é que é. Eu só desejo uma coisa para o ano 2008 - ser feliz. Parece lugar-comum, mas é verdade. Se a vidinha tem corrido tão mal, em especial no que diz respeito a amores, desta vez não peço mais nada. Ser feliz! Mas acho que isso é capaz de já ser pedir demasiado!!! Quanto à questão de poder haver numa pastelaria, o problema é se em questão não estiver os bolos fabricados, mas o próprio pasteleiro, não é???... Beijinhos e óptimas entradas em 2008!

Vício disse...

em relação ao que escreveste a amarelo... não te preocupes!
dia 1 (mais tardar dia 2) passa tudo!

SILÊNCIO CULPADO disse...

Querida Sofia
Gostei de saber do teu bolinhas. Sabes eu tenho afectos a certas coisas que gosto ainda que não sejam modelos das sociedades de consumo.
O meu sonho para o próximo ano..... Está difícil, Sofia mas o que eu queria mesmo era "resolver" algumas situações complicadas.

Francis disse...

viver...
não faço planos nenhums, já estão feitos há muito tempo.

darkman disse...

bem, qt a fumar, acho q depende do qto fumes. eu n tenho peso na consciência pelos meus 5 diários (tirando noitadas...). mas... a cada ano penso que tenho de ser mais responsável e tal... é que sou um esquecido e cabeça no ar de primeira (cena de escritor? hehe). mas acho que acima de tudo, não que n queira mudar, mas talvez uma boa resolução seja aceitar as nossas imperfeições, em x de caminhar em direcção à perfeição. e isto n é paleio, pensei nisso agora...

bj

Carlos Lopes disse...

As coisas que os adultos sensatos dizem: saúde para mim e para aqueles que muito quero, paz, algum dinheiro para não andar constantemente a fazer contas...

Por acaso acho que o ano devia começar quando acaba o verão...

Kiss grande.

Rui Branco disse...

Continuar com este blog! :) força e bom ano novo! :D

SILÊNCIO CULPADO disse...

Sofia
Viver é um grande plano. Viver em plenitude. Parece simples mas muito poucos o conseguem.
Espero que sejas um dos que consegue, Sofia.

quintarantino disse...

Hum... está-me cá a parecer que a menina vai precisar mesmo das calorias de um ou mais sonhos... estão para aí algumas tarefas mesmo hercúleas... outras nem por isso... mas eu acredito...

The Wolf disse...

chuva, pode?

para os agricultores, que precisam!

eu eu cá preciso de água nos rios, vale?

The Wolf disse...

beijo de boas entradas!

Mónica disse...

Olá Sofia,
Antes que me esqueça, queria dizer-te que a nossa história de NaTal está terminada. E o Carlos vai voltar...

Depois, quero desejar-te um Ano Novo cheio de esperança.
Quanto às minhas resoluções de fim-de -Ano, este ano decidi k não as farei!
Vou só tentar lembrar-me mais de viver um dia de cada vez, pois às vezes esqueço-me disso...
Tudo de bom para ti!
:)
Beijinhos

Catarina, disse...

Olá minha querida =)
Obrigada e desculpa a ausencia a visitar o teu blog. Mas sempre que posso passo aqui so nao comento as vezes por falta de tempo.

Um bom Ano de 2008 para ti :)
Um beijihno grande
cat***

Tia Cremilde disse...

Mudar de vida...! é essencialmente isso!... coisinha pouca!

Desejo-te um 2008 fantástico. Há mimo no blog da tia para a menina!

Rafeiro Perfumado disse...

Eu sei que o próximo ano é bissexto, mas mesmo assim parecem-me demasiados objectivos para um anito...

Beijocas e feliz 2008!

Geraldo disse...

Olá Sofia,
Felicidades no ano novo, e que continues transmitindo este humor irrevente.
Geraldo

Isabel Fonseca disse...

Sofia, minha linda! Assim é que se fala!

Também penso assim todos os anos mas o tempo... ai esse maroto dá cabo de todos os nossos planos!!
Também gostava de ter mais tempo para mim (e não tenho marido e filhos, imagina se tivesse!! he he!). E claro que isso não é nenhum acto de egoísmo. É a verdade e de certeza que é, também, o que a maioria dos portugueses quer!

Beijinho grande e um excelente Ano Novo, com tudo aquilo que desejas!*

Mr X disse...

comé? ainda estamos no mm post?

Ceres disse...

Acho que é importante escrevermos os nossos planos, mesmo correndo o risco de não os cumprir, pode ser uma importante ancora para os momentos de deriva.
Os meus planos não são muito diferentes dos teus, mais tempo para mim, mais tempo para a minha filha e para os que amo, enfim um dia de 30h!
Beijinhos